• 41,855 / 1,366,115
  • 14 / 7,635
  • 4,283 / 54,890

Experiências no furo do meu Nostril (especial para leigos).

Muitas pessoas podem achar piercing algo vulgar, abusado ou mesmo (os mais quadrados) podem encarar ainda como mutilação (!), mas com certeza você não está acessando esta informação à toa. Provavelmente você está buscando informações sobre piercings porque pretende fazer um e justamente por isso é que eu vou contar-lhes como foi meu nostril.

O nostril (piercing em forma de parafuso na aba do nariz), é provavelmente o mais comum dos piercings, perdendo talvez apenas para o orbital na cartilagem da orelha (que muitos, aqui no Brasil, não consideram como piercing). O nostril não dói pra fazer (pra mim não doeu), eu acho que é o que mais se aproxima da experiência de furar o lóbulo da orelha (Não sei o quanto dói, pois nunca fiz, acho muito careta), é unisex e é muito versátil, além de dar um efeito estético muito bom e moderno (por enquanto). No exterior é comum ver 2 nostrils no nariz de alguém, aqui no Brasil isso é muito incomum, sendo normal usar apenas 1.

O lado que você escolhe não significa absolutamente nada (Não indica sua opção sexual e nem se você é canhoto / destro). Eu particularmente escolhi o lado esquerdo, primeiro por homenagem a um ídolo que possui esse tipo de piercing no lado esquerdo e que infelizmente não está mais entre nós, e segundo por ser mais incomum que do lado direito.

Quando resolvi fazer este piercing, eu fui ao studio meio que 'forçado', afinal de contas, aqui em casa todo mundo tem piercings e tatuagens, exceto eu, até então.

Pesquisei muito sobre os tipos de piercings, o tempo de cicatrização de cada e os cuidados a serem tomados, além dos locais mais apropriados para se perfurar.

Cheguei a conclusão de que iria furar a aba do nariz. Primeiro por ter o mínimo de complicações ou seqüelas caso eu queira tirar depois, segundo porque eu achei que esteticamente ficaria bem em mim. Então fui ao studio, escolhi um nostril spike (em forma de espeto) de 'gauge 18' (cerca de 1mm de espessura) de titânio.

A perfuração por si só foi super rápida e praticamente não doeu (doeu tanto quanto um beliscão de unha ou nem isso). A agulha atravessou a aba do nariz e pronto. Foi um pouco complicado apenas para encaixar a jóia lá, afinal de contas, meu nariz embora seja fino, tem as abas um pouco grossas, o que complicou um pouco pra encaixar uma jóia tão fininha (18 gauge).

Seguindo as orientações do piercer, tudo ocorreu bem após a perfuração e com os cuidados que se deve ter com o seu nostril.

Após cerca de dois meses, você já pode trocar o seu nostril, por algum outro nostril, como aqueles que são vendidos no shopping que, sabe Deus de que material é feito.

Deve-se tomar cuidado com a assepsia diária do local, para que não infeccione e nem apareçam quelóides, como as que apareceram por aqui.

Esse tipo de piercing pode sangrar um pouco na hora de fazer, ainda mais se você tiver alguma predisposição (tanto física ou genética, como psicológica) para isso. No meu caso, particularmente, por predisposição genética e psicológica, não sangrou.

Vale lembrar que aqui no Brasil, os menores de idade não pode fazer piercings, tatuagens ou qualquer tipo de modificação corporal, embora eu tenha ouvido falar que pode ser feito com a autorização dos pais. Agora que eu estou ficando maior de idade, eu pretendo fazer mais piercings, afinal, quando bem planejados, dão um efeito visual e estético muito bom, além de serem uma satisfação pessoal.

O nostril não costuma gerar qualquer tipo de preconceito com as pessoas e atualmente não assusta as pessoas da cidade grande e nem causa uma má impressão, muito pelo contrário. Geralmente também não costuma gerar problemas na hora de procurar emprego ou coisas do gênero, mas se for realmente necessário no seu emprego que não se use piercing, não recomendo que você faça, afinal de contas, você precisaria 'tirar e pôr' ele o tempo todo e isso é muito prejudicial ao seu nariz e, em muitos casos, esse tipo de piercing costuma fechar muito rápido (no meu caso, fecha em duas horas) e isso pode ser encarado como uma vantagem.

Aliás, fazer um nostril possui esta característica (muito embora ela varie de pessoa para pessoa quanto ao tempo do buraco fechar e em algumas pessoas o buraco não fecha. Ou seja, ele é como um buraco feito no lóbulo: Em algumas pessoas fecha, em outras não), que ao mesmo tempo que é benéfica no sentido do 'arrependimento', é maléfica se você quer manter seu piercing.

O meu nostril rejeitou parcialmente na primeira vez. Pela pressa (eu precisava ir pra escola) acabei tirando ele e resolvi colocar quando voltasse. Acontece que o buraco tinha fechado e do mesmo modo que foi rápido para fazer o piercing, foi rápido para que ele fosse desfeito. Uma semana depois, voltei ao piercer para que ele perfurasse novamente, e ele o fez, no mesmo local. Dessa vez, com a pele fragilizada pela perfuração anterior, doeu mais, mas ainda estava dentro do tolerável.

Hoje em dia, mais de um ano após a perfuração, me sinto completamente satisfeito com o piercing e já passamos por diversas aventuras juntos (ehehe). Aprendi diversas lições com ele e aprendi a conhecer melhor meu corpo e meu organismo, e isso eu também posso contar como mais um ponto positivo.

Vou ficar por aqui e escreverei mais aventuras muito em breve. =]

Details

submitted by: Anonymous
on: 17 May 2004
in Nose Piercing

Use this link to share:


Artist: Gordex
Studio: Joker+Tatoo+%2F+A+Toca+Studio
Location: S%E3o+Paulo%2C+SP+-+Brasil

Comments (0)

add a comment

There are no comments for this entry

Back to Top