• 41,246 / 1,366,143
  • 20 / 7,652
  • 891 / 54,890

Minha Scarification

Entao quando eu li no ModBlog que o Ryan Ouellette estaria em Londres na primeira semana de dezembro oferecendo seus servicos, eu imediatamente escrevi pra ele e reservei um horario. Eh claro q existia a grande possibilidade de "surgiu um compromisso do nada e inadiavel, mal ae" e eu nunca encontrar com o cara, mas eu sabia q se eu fosse fazer uma scarification, teria que ser com ele, que eu tinha certeza q era extremamente competende e habilidadoso.

Isso era o comeco de setembro, depois disso vim pro Brasil, fui pra India, voltei pra Paris e a vida foi indo. Novembro foi um mes muito dificil pra mim, e ao final dele eu tinha certeza q eu queria marcar esse periodo da minha vida de algum modo (eu nao estou tentando explicar o "por que" aqui no blog, se vc quer saber me pergunte em pessoa) e comecei a trocar mensagens com o Ryan sobre o design.

[ah, eu jah tinha decidido que seria na lateral da coxa esquerda o scarification. Pq eh facilimo de esconder, e mesmo quando eu estou muito gorda, eu ainda gosto das minhas coxas. E sei lah, uma das coisas q mais me dah prazer na vida eh Snowboard, e eu sou goofey na prancha por alguma razao inexplicavel... Ah, e eu NAO queria de jeito nenhum queloides, queria q o resultado fosse uma area de cor diferente mesmo, e ele me disse q a perna difilmente cria queloides. Parece q nao tem muita explicacao pra q areas do corpo criam ou deixar de criar queloides, mas acima da cintura eh bem mais comum]

Nessa epoca eu estava finalmente terminando de montar meu portifolio pro curso de londres, um processo q foi extremamente penoso pra mim, e eu acabei encontrando um album de fotos (vazio) q eu tinha comprado numa papelaria em Paris pq tinha gostado do desenho na capa. Eu scanneie o desenho, pedi pruns amigos limparem a imagem (um deles chegou a fazer uma versao meio "matisse" q ficou fodissima) e mandei pro Ryan (pedindo desculpas por mudar de ideia tao em cima da hora):

Ele respondeu dizendo q achava q ficaria muito legal como "skin removal" e sugeriu a seguinte modificacao, pro design ficar mais vertical pra coxa:

[hoje mesmo encontrei no QOD do BMEzine a seguinte resposta dele:

Question: Would you ever refuse to do a cutting or tattoo on someone becuase of personal dislike for the design. I mean, it's their body, but if someone wanted "Death to all gays" or "Fck the Nggers" or something cut into them/inked on them, that's pretty offensive to alomst everyone, I'd guess... would you still be willing to do it? And just for the record, this is curiosity only... I have no plans to get anything like this done myself.

Answer (by Ryan Ouellette): I turn down cuttings all the time due to various reasons. I get alot of "dude guys" who want to try and look tough by asking for lame shit like tribal armband cuttings. I really have to be at least somewhat into the design to be able to cut it into someone. If I'm not comfortable with the design or the person I'll turn it down.

Eu fiquei meio felizinha com isso por que tava com medo de estar soando meio idiota inexepriente indecisa nos e-mail, mas enfim]

Cabou q eu soh terminei o portifolio no dia 4 de dezembro (a sessao estava marcada pro dia 7), eu passei os dias seguintes empacotanco minha vida em Paris (jah q em fevereiro jah me mudo direto pra Londres), e acabei soh chegando em Londres no dia 7 mesmo, algumas horas antes da sessao. Deixei minhas coisas na casa do Mauricio, inventei uma desculpa esfarrapada pra sumir por umas horas (contei pra muitos poucos amigos oq eu ia fazer, apesar de ter contato sobre minha intencao pra qq um quisesse ouvir) e lah fui eu pra pqp da cidade.

Consegui nao me perder mas cheguei um pouco atrasada no lugar (era uma casa, com um quartinho todo limpinho onde o Ryan trabalhava). Primeiro fiquei impressionada q ele era mais bonito e mais baixinho que nas fotos =p mas enfim, no quarto reparei q tinha um Harry Potter em cima do sofazinho entao nao sei pq diabos isso em tranquilizou. Eu perguntei se ele tinha um shorts pra me emprestar, pq tinha esquecido de trazer os boxers q eu tinha separado, jah q tava frio e eu nao tava afim de ficar de calcinha. Ele me emprestou uns shorts limpinhos dele e eu fiquei ainda mais relaxada.

Ele me mostrou o design e perguntou se tava legal, eu disse q sim. Ele limpou a regiao da coxa (eu tava meio assim dele pedir pra raspar, mas eu realmente nao sou muito peluda nessa regiao mesmo) e pos o stencil (tipo um papel carbono de pele com tinta nao-toxica nem nada), me perguntando bastante sobre a posicao e aih mandou eu deitar na mesinha (tipo de consultorio de medico mesmo). Ele preparou os trocos dele, tudo descartavel e limpinho e bonitinho (ele tava usando umas luvas nao-de-latex pq em seguida ia atender uma cliente q era alergica a latex, mas eram profissionais do mesmo modo), se sentou, perguntou se eu estava pronta e disse q a unica coisa q eu precisava lembrar era de respirar pra nao ficar tensa demais.

Ah, nisso, quando eu cheguei na casa, tinha uns outros caras conversando com ele (acho q outros tatuadores) mas q sairam da sala quando eu me troquei e nao voltaram mais. Mas durante todo o processo ficou uma menina na sala (primeiro jogando DS da hello kitty, depois lendo Anansi Boys do Neil Gaiman, depois folheando revistas.. etc..), eu nao sei se era a namorada do Ryan (ela nao "assistenciava" em nada, soh ficou ali enrolando mesmo), mas desconfio que a presenca dela tenha sido preu nao poder acusar ele de agressao sexual ou algo assim. Enfim, com mais elementos conhecidos eu fiquei ainda mais tranquila.

Ok, vou descrever o processo pra quem tiver saco de ler...

Primeiro ele foi cortando as linhas do desenho com um bisturi. Isso nao DOEU OH MEU DEUS, tipo, eu sou mulher, eu aguento depilacao rotineiramente... Era engracado como a sensacao era completamente diferente em cada parte da coxa, tinha umas partes q chegava a doer (mas nao insuportavelmente) mas teve umas q era ateh gostoso. Enfim, isso demorou uma meia hora eu acho. Ele disse q eu podia pedir a qualquer hora pra ele parar e eu me esticar um pouco (eu tinha ficar de lado na mesinha, meu braco foi oq mais sofreu) mas foi tranquilo.

Quando ele terminou essa parte eu levantei e me estiquei um pouco, e aih deitei de novo. Aih ele passou um gel q era pra fazer a pele nao sangrar tanto, e acaba tambem tendo o efeito de anesteciar os nervos, entao a partir daqui eu nao senti NADA, nada mesmo. Foi a partir daih tambem q eu fiquei olhando mais oq ele tava fazendo, na primeira parte eu fiquei com medo de provocar dor psicologica, sei lah.

Enfim, ele passou o gel, deixou agir um pouco e aih comecou a engrossar as linhas. Isso ele foi fazendo com muito cuidado pq eh nessa hora q define a profundidade dos cortes. Isso demorou um tempao, mais de uma hora eu acho.

Eu achei q ia ter varios papos pra conversar com ele, ainda mais com o recente lancamento do Wii e ele sendo um grande fan da Nintendo, mas eu tava me sentindo tao confortavel, e observando tudo q fiquei quietinha o tempo todo, e ele tmb nao ficou fazendo papo furado, oq eu achei bem legal e soh me deixou ainda mais relaxada.

Enfim, ficou tao bonito no final dessa parte q eu quase pedi pra ele parar hehehe mas me estiquei mais um pouco e aih partimos pra terceira fase. Ele passou mais um pouco do gel (ardia um pouco quando ele passava, mas soh isso) e aih comecou a tirar a pele. Basicamente ele pegava uma ponta com uma pinca cirurgica e ia raspando embaixo com um bisturi pequenininho, parecia q ele tava tirando um fira adesiva. Isso ele obvio q tmb fez com muito cuidado, ainda mais pq o design tem muitas pontas e ele fazia a partir de cada uma delas. Eh realmente muito fina a camada de pele q ele tirou, nenhum bife nem nada. Assim q ele tirava a pele estava branquinho embaixo, carne viva... Ai ia ficando vermelhinho. Isso durou tipo meia hora~45 minutos, e pronto! Tava todo vermelho o design (a maioria das fotos q vc encontra de scarifications sao nesse ponto, fresquinhas e vermelhas). Ele tirou umas fotos com a maquina digital dele (eu tava tao empolgada q nem fiz questao de tirar com a minha). Ele fez um curativo, me explicou como cuidar da scarification, eu paguei a sessao de 3 horas e fui embora.

Assim que cheguei na casa do Mauricio contei pra ele oq eu tinha feito, pq afinal nao ia dah pra disfarcar os "plastic wraps", sabonetes anti-septicos e potes de vaselina no banheiro dele. Ele foi um fofo e me ajudou a cuidar da scar o resto da semana q fiquei na casa dele, sei lah, foi muito legal.

Details

submitted by: Anonymous
on: 07 March 2007
in Scarification

Use this link to share:


Artist: Ryan+Ouellette
Studio: +
Location: +

Comments (0)

add a comment

There are no comments for this entry

Back to Top